• sindalcoata

TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS FARMACÊUTICAS CONQUISTAM REAJUSTE DE 6,94%.

14.04.2021 - A Campanha Salarial e Social dos trabalhadores nas indústrias farmacêuticas no estado de SP foi encerrada com importantes avanços para a categoria.

No dia 12 de abril, líderes da FEQUIMFAR/Força Sindical, FETQUIM/CUT, Sindicatos filiados, incluindo o SINDALCO de Araçatuba e representantes do setor patronal do SINDUSFARMA estiveram reunidos de forma virtual para oficializar a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho.


A FEQUIMFAR e seus Sindicatos filiados representam cerca de 18 mil trabalhadores nas indústrias farmacêuticas em todo o estado de São Paulo.


“A unidade dos Químicos da FEQUIMFAR/Força Sindical garantiu a manutenção de todas as cláusulas em Convenção Coletiva de Trabalho até 2023, reajuste salarial de 100% do INPC e trabalhadores que ganham até R$ 4.291,98 terão descontados apenas 1 real de auxílio alimentação. Além disso, conquistamos o abono de horas para a vacinação contra Covid-19. A renovação da Convenção Coletiva é um importante avanço diante do cenário de crise econômica e ameaças a direitos.” Sergio Luiz Leite, Serginho, Presidente da FEQUIMFAR e 1º secretário da Força Sindical.


A data-base dos trabalhadores nas indústrias farmacêuticas é 1º de abril.

Principais Conquistas

– Reajuste Salarial de 6,94% (100% do INPC)

– Teto

Manutenção do atual: R$ 8.800,00

– Piso Salarial:

Empresas com até 100 empregados

Reajuste de 100% do INPC no Piso Salarial De R$ 1.607,79 passará a R$ 1.719,37

Empresas com mais de 100 empregados

Reajuste de 100% do INPC no Piso Salarial De R$ 1.805,67 passará a R$ 1.930,98

– Manutenção da PLR em Convenção Coletiva de Trabalho (para empresa que não efetuar plano)

Para trabalhadores em empresas com até 100 empregados

PLR de R$ 1.774,43

Para trabalhadores em empresas com mais de 100 empregados

PLR de R$ 2.461,94

– Cesta Básica ou Vale-Alimentação

Empresas com até 100 (cem) empregados De R$ 240,71 para R$ 266,00 (aumento real de 3,33%)

Empresas com mais de 100 (cem) empregados De R$ 361,58 para R$ 400,00 (aumento real de 10,63%)

As empresas poderão efetuar o desconto na seguinte proporção:

Para os empregados que recebem salário até o valor de R$ 4.291,98, o desconto será de R$ 1,00 (um real);

Para os empregados que recebem salário no valor de R$ 4.291,99 até R$ 6.000,00, o desconto será de 5% do valor facial do benefício;

Para os empregados que recebem salário no valor de R$ 6.000,01 até R$ 8.800,00, o desconto será de 10% do valor facial do benefício;

Para os empregados que recebem salário acima do valor de R$ 8.800,00, a concessão do benefício será feita por adesão do empregado, assumindo este, o valor integral da cesta ou vale-alimentação, ressalvadas condições mais favoráveis praticadas pelas empresas.

As empresas que já concedem cesta de alimentos e ou vale-alimentação em valores superiores deverão proceder ao reajuste de 100% do INPC/IBGE

– Home Office e Teletrabalho (proposta para FEQUIMFAR e Sindicatos filiados)

Renovação das cláusulas do termo aditivo, assinado em 2020

Abono de horas para vacinação dos trabalhadores

– Manutenção das Cláusulas Sociais até 2023

Fonte: Amanda/ Assessoria de Imprensa Fequimfar


0 visualização0 comentário