• sindalcoata

Químicos da Força conquistam reajuste salarial de 10,33%

05.04.2016 - Lideranças e dirigentes da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo) e Sindicatos filiados se reuniram na manhã de ontem (09/11) na sede da FEQUIMFAR, em São Paulo SP, para assinarem a Convenção Coletiva de Trabalho referente às conquistas da Campanha Salarial e Social da categoria, reajustando os salários de mais de 150 mil trabalhadores em todo o estado de São Paulo.


Principais conquistas

Reajuste salarial de 10,33% (equivalente ao INPC/IBGE do período)

Para empresas com até 49 empregados Piso salarial de R$ 1.354,41 PLR no valor de R$ 930,00

Para empresas com 50 ou mais empregados Piso salarial de R$ 1.388,39 PLR no valor de R$ 1.030,00


“A conquista do reajuste salarial de 10,33% é muito importante para todos. E nesse processo de muita mobilização e luta, conquistamos também a manutenção de todos os direitos, que já são previstos, em nossa Convenção Coletiva”, informa Sergio Luiz Leite, Serginho, presidente da FEQUIMFAR e 1º secretário da Força Sindical. O presidente do SINDALCO de Araçatuba, José Roberto da Cunha, também esteve presente para assinar o acordo. “Estamos muito satisfeitos com essa conquista. O país enfrenta uma grave crise econômica, temos a certeza de que o reajuste irá ajudar os trabalhadores a superar esse grande impacto”.

A data-base da categoria é 1º de novembro.

A FEQUIMFAR, entidade filada à Força Sindical, e seus 33 Sindicatos filiados representam aproximadamente 150 mil trabalhadores em todo o estado de São Paulo nos segmentos químico, plástico, fertilizantes, abrasivos, cosméticos, tintas e vernizes, entre outros. O reajuste salarial conquistado pelos trabalhadores das indústrias químicas do estado de São Paulo, de 10,33%, na Campanha Salarial de 2015 vai injetar, nos próximos 12 meses, cerca de R$ 1,26 bilhão na economia do estado. Mensalmente o impacto é de aproximadamente R$ 105 milhões.


Fonte: Assessoria de Imprensa Fequimfar

5 visualizações0 comentário