• sindalcoata

Químicos da Força aprovam Pré-Pauta para Campanha Salarial e Social do setor de fabricação industria

05.04.2016 - Líderes da FEQUIMFAR (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo), entidade filiada à Força Sindical e a CNTQ (Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Químico), e de seus Sindicatos filiados, inclusive o SINDALCO de Araçatuba, aprovaram ontem a Pré-Pauta de Reivindicações dos trabalhadores nas usinas e destilarias que produzem álcool/etanol, no estado de São Paulo

Destaques da Pré-Pauta aprovada:


Reajuste Salarial: Inflação (INPC integral) + 2% de Aumento Real PLR 02 Pisos Salariais


Reunidos em Seminário de Negociação Coletiva, em Praia Grande SP, dirigentes da FEQUIMFAR e Sindicatos filiados avaliaram números e dados referentes ao setor, fornecidos pelo DIEESE, e também discutiram as estratégias para a negociação coletiva. Ao término do evento, a Pré-Pauta de Reivindicações da categoria foi deliberada.

Até o dia 10 de abril, os Sindicatos irão realizar assembleias nas bases, em todas as regiões do estado, para aprovação da Pré-Pauta.

A previsão é de que, no dia 11 de abril, seja realizada uma grande assembleia para aprovação da Pauta de Reivindicações da categoria para que, em seguida, ela seja entregue aos representantes patronais da UNICA.

São mais de 30 mil trabalhadores distribuídos em todo o estado mobilizados pelo reajuste salarial, aumento real, em defesa do emprego e por melhores condições de trabalho.

O presidente do SINDALCO de Araçatuba, José Roberto da Cunha, esteve presente no evento de aprovação da pré-pauta juntamente com o diretor da entidade Raimundo Monteiro de Andrade.

“Um dos setores que mais sofreu nos últimos tempos está retomando o fôlego com índices que mostram o aumento do consumo de álcool combustível, aumento nas vendas de etanol hidratado pelos distribuidores de combustíveis e lucros em várias empresas do setor. Sendo assim, a categoria estará mobilizada e unida para que possamos conquistar reajustes que condizem com a realidade do setor. Reafirmamos também nosso comprometimento na instalação de grupos permanentes de discussão por empresas, objetivando sempre a luta por mais direitos e conquistas para a categoria”, disse Sergio Luiz Leite, o Serginho, presidente da FEQUIMFAR e 1º secretário da Força Sindical.

A FEQUIMFAR e seus sindicatos filiados representam mais de 30 mil trabalhadores distribuídos nas usinas e destilarias de etanol em todo o estado de São Paulo, sendo que 1º de maio é a data base da categoria.


Principais Bandeiras de luta: Defesa do emprego Reposição das perdas salariais Aumento real PLR (participação nos lucros e/ou resultados) Fim da rotatividade de mão de obra Direito à qualificação e requalificação profissional Melhoria nas condições de saúde e segurança Igualdade de oportunidades Direito à qualificação e requalificação profissional


Fonte: Assessoria de Imprensa Fequimfar




0 visualização0 comentário