• sindalcoata

CAFÉ DA MANHÃ NA FEQUIMFAR DISCUTE A SAÚDE DO TRABALHADOR NA NOVA REALIDADE DAS RELAÇÕES TRABALHISTA

28.03.2019 - A FEQUIMFAR, por meio do Departamento de Saúde do Trabalhador e do Departamento Jurídico, realizou na ultima quarta-feira, dia 27 de março, um Café da Manhã reunindo cerca de 60 dirigentes dos Sindicatos filiados de todo o estado de São Paulo.

O Sindalco de Araçatuba foi representado no evento pelo seu vice-presidente, Célio Donizeti Kiill e a advogada Dra. Fabiana Cristina Silva.


Segundo João Scaboli, diretor do departamento de saúde do trabalhador da FEQUIMFAR, o principal objetivo do encontro foi discutir o papel dos Sindicatos junto aos trabalhadores e trabalhadoras em fortalecer ações que reduzam ou eliminem os agravos à saúde decorrentes do trabalho.


A abertura teve a presença de Sergio Luiz Leite, Serginho, presidente da FEQUIMFAR e 1º secretário da Força Sindical, João Scaboli, Maria Auxiliadora dos Santos, secretária de políticas para mulher da Força Sindical, Elenildo Queiroz, presidente do DIESAT, e Edson Dias Bicalho, secretário geral da FEQUIMFAR, que conduziu os trabalhos.


Na oportunidade, Serginho falou sobre os desafios do movimento sindical, em se tratando da área de saúde do trabalhador, “porque quando se fala em flexibilizar as relações de trabalho, a proteção da saúde do trabalhador começa a correr risco”. Para ele, é importante seguir fortalecendo as negociações coletivas, debater os aspectos da saúde e segurança na reforma da previdência e defender a Aposentadoria Especial.


A Programação contou com palestra de Eduardo Bonfim, do DIESAT, que falou sobre as responsabilidades em se tratando das políticas de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. Os técnicos da Fundacentro Jorge Pontes, Aline Arcuri e José Possebon discutiram nanotecnologia, legislação do benzeno e Convenção 174 da OIT. O advogado César Augusto de Mello, do Departamento Jurídico da FEQUIMFAR, falou sobre responsabilidade civil e criminal no ambiente de trabalho.


Após explanações, foram feitos trabalhos em grupo para debater e criar um plano de ações entre Sindicatos filiados e FEQUIMFAR sobre os seguintes temas: NR 5 (porque queremos uma CIPA atuante), NR 9 sobre laudos ambientais (podemos contestar?), NR 13 sobre inspeção de caldeiras e vasos de pressão (queremos acesso ao laudo e saber qual foi o profissional que o fez) e garantia da Aposentadoria Especial para quem trabalha em área insalubre e perigosa.


João Scaboli encerrou a atividade destacando: “Neste momento, é muito importante valorizar conquistas históricas na área de saúde e segurança do trabalho. São avanços no setor do etanol, com a legislação do benzeno, que baniu o uso da substância nas usinas, a Convenção 174 sobre a Prevenção de Acidentes Industriais Maiores e as Convenção Coletiva de Trabalho sobre Prevenção de Acidentes em Máquinas Injetoras de Plástico, Sopradoras e Moinhos”.


Colaboração: Assessoria de Imprensa Fequimfar.


0 visualização0 comentário