• sindalcoata

APÓS RODADA DE NEGOCIAÇÃO SEM RESULTADO, SINDALCO PASSA A NEGOCIAR INDIVIDUALMENTE COM CADA EMPRESA.

17.05.2021 - Na ultima sexta-feira, dia 14 de maio, foi realizada de forma on-line a 3ª reunião de negociação coletiva para realização do acordo coletivo de trabalho 2021/2022 do setor do etanol.


Após as explanações do presidente do SINDALCO, José Roberto da Cunha, o mesmo pediu que fosse colocada em pauta a proposta do setor patronal, sendo a seguinte:


– Reajuste de 7%, divididos em duas vezes sendo a 1ª parcela de 3,44% a partir de 01/07/2021, vigentes sobre os salários de abril de 2021 e a 2ª parcela de 3,44% a partir de 01/11/2021. Sendo os 7% aplicados para todas as cláusulas do acordo coletivo, de acordo com a particularidade de cada empresa.


A bancada profissional, representada pelo SINDALCO, se manifestou com total repudia sobre a proposta feita pelo setor patronal, tendo em vista o real avanço do setor e reafirmou a proposta anteriormente apresentada, sendo a recomposição do padrão monetário de salários vigentes, reajustando-os em 01/05/2021 no importe do INPC/IBGE do período de 01/05/2020 a 30/04/2021, acrescido juntamente com o INPC/IBGE do período de 01/05/2019 a 30/04/2020, este em 2,46%.


A bancada profissional encerrou a reunião rejeitando a proposta apresentada e ressalvando que só irá se reunir novamente quando o Grupo patronal apresentar uma proposta decente a bancada profissional.


O presidente, José Roberto da Cunha, passou hoje a entrar em contato com cada empresa individualmente com o objetivo de fechar o acordo com as empresas que estejam disponíveis a negociar um valor justo aos trabalhadores representados.


Até o momento o acordo segue em aberto e estaremos publicando em nossos meios de comunicação qualquer novidade sobre as negociações.


0 visualização0 comentário