• sindalcoata

5º ENCONTRO DE CIPA E SESMT DO SETOR QUÍMICO DE ARAÇATUBA E REGIÃO DISCUTE SAÚDE SEGURANÇA.

14.02.2017 - O SINDALCO de Araçatuba foi quem promoveu o evento que contou com a participação de aproximadamente 70 pessoas.

Foi realizado hoje (14 de Fevereiro), no auditório do SINDALCO o 5º Encontro de Cipeiros e Profissionais do Sesmt do Setor Químico de Araçatuba e Região. O evento é promovido pelo SINDALCO (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas, Farmacêuticas e na Fabricação de Álcool, Etanol, Bioetanol e Biocombustível de Araçatuba e Região) com apoio e colaboração da Fequimfar (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo).


Membros das CIPAs (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) e profissionais do SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho) que atuam na área de saúde do trabalhador, participaram de palestras e debates que discutiram, entre outros temas, o papel da CIPA sob vários aspectos.


Segundo o presidente do SINDALCO, José Roberto da Cunha, “o evento teve como objetivo promover a troca de experiências entre os participantes, permitir ações que reduzam ou eliminem os agravos à saúde decorrentes do trabalho, obter a atuação responsável do membro da CIPA e interagir com o público alvo”.


A abertura do 5º Encontro contou com a presença da vice-prefeita de Araçatuba Edna Flor, que esteve representando o prefeito Dilador Borges; Edson Dias Bicalho, secretário geral da Fequimfar, representando o presidente da entidade Sérgio Luis Leite; Alexandre Candido Alves, diretor da vigilância sanitária e epidemiológica de Araçatuba, representando a Dra. Carmem Silvia Guariente, secretária municipal de saúde; Leandro Sanches Ferreira, coordenador de relações institucionais da UDOP (União dos Produtores de Bioenergia), representando o presidente executivo da entidade Dr. Antônio César Salibe e Paulo Rogério de Araújo, engenheiro de segurança do trabalho no departamento de segurança e saúde ocupacional na ÚNICA (União da Indústria de Cana-de-açúcar).


A primeira palestra do dia foi feita por João Donizete Scaboli, Diretor do Departamento de Saúde da FEQUIMFAR e Representante dos Trabalhadores no Conselho Nacional de Saúde pela Força Sindical que falou sobre O Papel das Conferências em Saúde do Trabalhador / Convenções Tri-Partite / Ações e Resultados Positivos. “Nossa preocupação tem sido o alto índice de acidentes de trabalho, tendo em questão o momento atual e os para as futuras gerações. Lutamos por mais emprego com qualidade, porque nossos trabalhadores continuam ainda a adoecer e morrer nos ambientes de trabalho, tanto nos setores públicos quanto privados. Este grande Encontro é fundamental para a troca de experiência entre movimento sindical e profissionais de CIPA e SESMT a fim de buscar melhorias no ambiente de trabalho”, disse ele.


Em seguida a Dra. Tamires Alves Araújo, que é Fonoaudióloga falou sobre PAO – Perda Auditiva Ocupacional. Segundo ela, o foco da palestra foi conscientizar os participantes que a prevenção é extremamente importante para que futuramente os trabalhadores de hoje não sintam a perda auditiva. “Notamos que muitos trabalhadores possuem equipamentos de segurança, como protetores auriculares, mas não fazem o uso correto por não acreditar que ruídos, sons altos etc, possam causar problemas muitos sérios na audição futuramente. Hoje 25% dos trabalhadores brasileiros estão em um grau risco alto de perda auditiva, o que pra nós é considerado um número extremamente alto, por isso trabalhamos na conscientização para que a prevenção seja feita”.


A terceira palestra do dia foi feita por Rogério De Jesus Santos, Técnico de Segurança do Trabalho; Diretor do SINTESP; Assessor Técnico da Secretaria Nacional de Segurança e Saúde da Força Sindical e abordou o tema Banco de Dados de Acidentes e Doenças do Trabalho nos Últimos 2 anos em Araçatuba e Região. Ele relatou a importância dos membros da Cipa em ter acesso aos dados sobre acidentes e doenças do trabalho e tomar atitude imediata na prevenção.


Encerrando o dia foi abordado o tema Prevenção, Ações e Resultados Positivos em Segurança no Ambiente de Trabalho que contou com a explanação de três palestrantes: Carlos Umberto Costa Toledo, Engenheiro de Segurança do Trabalho na Empresa Diana – Açúcar e Álcool; Pós Graduado em Higiene Ocupacional; e os Cipeiros: Marco Antonio Dias Garcia, Presidente da CIPA Gestão 2016/2017 na empresa Da Mata S/A Açúcar e Álcool, Engenheiro Mecânico e Pós Graduado em Gestão de Pessoas e Camila Aparecida Rodrigues dos Santos, Vice Presidente da CIPA Gestão 2016/2017 na empresa Da Mata S/A Açúcar e Álcool, Bióloga e Pós Graduada em Saneamento e Meio Ambiente. Todos eles fizeram uma abordagem sobre o trabalho da CIPA e SESMT dentro das empresas, sempre frisando a importância da comunicação e prevenção dentro do ambiente de trabalho. Para Marco Antônio Dias Garcia “a Cipa tem que ser uma facilitadora dos problemas da empresa, estar sempre procurando soluções simples e prevenindo ao máximo o número de acidentes do trabalho”.


Ao final do evento foram sorteados vários brindes entre os participantes.


Para Célio Kiill, vice-presidente do SINDALCO e idealizador do evento, “a ideia de realizar o encontro de cipeiros e profissionais do Sesmt surgiu a partir do momento em que os próprios trabalhadores demonstraram interesse em saber mais sobre assunto de prevenção e doenças do trabalho”.


Os participantes do evento elogiaram a iniciativa do SINDALCO em promover um encontro de tamanha importância para o trabalhador.




0 visualização0 comentário